5 vantagens de morar em uma casa

Morei em uma casa até os meus 6 anos. Apesar da pouca idade tenho memórias maravilhosas das brincadeiras no quintal e da turma de amigos da rua. De lá pra cá, só apartamentos fizeram parte da minha vida. Confesso que depois que Dora chegou, vez por outra, me pego pensando no quanto seria bom pra gente se morássemos em uma casa. Listei 5 vantagens que só quem vive nesse tipo de moradia consegue aproveitar.

Unknown

1- Pé no chão e cabeça nas estrelas
Parece bobagem mas poder coloca os pés na terra e ao mesmo tempo ver o céu, na minha opinião, é sinal da mais pura qualidade de vida. Poder cultivar árvores, deitar na grama e tomar banho de chuva no quintal são daqueles luxos que só quem vive em casa pode curtir.

IMG Terrara - Town Houses • shutterstock_55340929 R1M1

2- Brincadeira de rua
Morar em casa é ótimo para as crianças. Principalmente se a casa ficar em um condomínio ou em uma rua tranquila. Imagina que delícia que é para os pequenos fazer uma amarelinha na calçada, jogar futebol na rua e aproveitar um monte de brincadeiras na frente de casa como antigamente.

3- Lugar para os animais
Os bichinhos de estimação também costumam ser mais felizes nesse tipo de moradia. Mais espaço para correr, contato com a terra e banhos de sol estão entre as principais vantagens de quem tem pets e mora em uma casa.

4- Privacidade
Nos edifícios, os apartamentos são tão coladinhos uns nos outros que fica difícil manter a privacidade. Coisas cotidianas como andar de salto alto, arrastar os móveis para a limpeza e até mesmo ouvir música podem incomodar os vizinhos. Poder ter um lar onde isso não é preocupação é ótimo.

04-Terrara_Casas-Alameda-T06

5- Espaço e comodidade
Como as metragens dos apartamentos estão cada dia menores, o espaço que uma casa geralmente possui torna-se um grande atrativo. Ter jardim, quintal, terraço e vaga de garagem na porta de casa também não é nada mal, hein?

02-Terrara_Casas-Fachada _Casa_Tipo_2 _T05

01-Terrara_Casas-Fachada_Casa_Tipo_1_T06

Há quem prefira morar em apartamento por causa da segurança e da oferta de lazer dos condomínios. Mas é possível ter as vantagens de viver em uma casa sem abrir mão desses dois itens próprios de apartamentos. Assim é o Villa Terrara, um condomínio de casas em um bairro planejado e desenvolvido exclusivamente para propor segurança e conforto. Com mais de 100 itens de lazer e um Center Shop, o condomínio tem diversas opções de serviços e diversão para toda a família.

Para saber mais sobre o empreendimento, localizado na zona sul de São Paulo, conhecer a planta das casas, e ficar encantada como eu fiquei, faça o download do kit informativo que detalha muito bem o condomínio e esse novo conceito de morar.

selo artigo patrocinado-02

O menor e mais fofo bar do mundo

Os food trucks estão bem na moda por aqui agora né? Essas lanchonetes itinerantes andam conquistando o Brasil com a proposta de comidas gostosas rápidas. Na Irlanda até os tradicionais pubs ganharam uma versão com rodas. O The Shebeen em nada lembra aqueles carros frios e metálicos com cozinha aparente que vemos por aqui. A microcasinha é um verdadeiro convite a uma tarde de bebericos com os amigos.

Captura de Tela 2015-02-11 às 17.31.28

Captura de Tela 2015-02-11 às 16.42.32

O bar foi construído usando um trailer de viagem como base. Os criadores buscaram usar elementos típícos da arquitetura dos pubs irlandeses: parede de tijolos, detalhes em madeira e até mesmo o tipo de floreira na janela. O resultado é tão encantador que dá até vontade de brincar de boneca dentro do bar (bonecas que bebem Guinness :P).

Captura de Tela 2015-02-11 às 17.30.54

Captura de Tela 2015-02-11 às 17.26.47

Captura de Tela 2015-02-11 às 17.31.56

Os moradores da região podem alugar o bar para festas e eventos por cerca de R$ 3.300,00 a diária. E para quem se apaixonar loucamente é possível encomendar um na Irlanda para chamar de seu pagando a partir de R$ 130.000,00. Fica pronto em 2 meses e eu aceito de presente! :D

Notícia original daqui.

Fofuras de Minas para enfeitar a vida, a vista e a casa

Conheci Minas pela primeira vez com 23 anos. A carteira e o corpitcho bem mais enxutos, fizeram dessa uma viagem frenética com muita caminhada e pouco descanso. Na época gostei mas sempre achei que deveria voltar. E estava certa.

Na minha opinião, Minas é um lugar com um ritmo bem particular. Pessoas amáveis, comidinhas gostosa e paisagens singelas formam uma combinação perfeita e que me veste muito bem. O fato é que depois dessa última viagem, Minas definitivamente ganhou um pedacinho do meu coração.

O meu roteiro incluiu 4 cidades: Belo Horizonte, Tiradentes, Ouro Preto e Brumadinho entre os dias 21 e 29 de Dezembro.

Passear pelas cidades históricas é querer voltar pra casa e encher a morada de móveis rústicos, oratórios, bordados e mais um monte de coisa bucólica que só se vê por lá.

Por todo canto que se olhe tem uma coisa meiga na decoração. Fiz um apanhado de coisas que colocaram um sorriso no meu rosto por lá. Foram muitas. Selecionei algumas para mostrar e quem sabe inspirar e fazer aflorar o “minerin” que existe em você.

A pessoa tava tão louca do juízo e precisando de descanso que deixou a máquina em casa. Uma pena pois este é um dos lugares mais altamente fotografável do Brasil. Então todas as imagens do são de celular (me julguem) ;)

Minas Gerais

1 – Coleção de latinha no Café com Letras do CCBB de Belo Horizonte. O Café com Letras é um restaurante/bar/livraria massa demais fomos nas duas filiais e adoramos! A decoração é fofa, a música legal e a comida deli!

2 e 3 – Piso lindo e escada de ferro de babar do Memorial Minas Gerais na praça Tiradentes também em Belo Horizonte. Passeio superlegal. Na praça Tiradentes Liberdade (obrigada Naiara e Isabela pela correção) tem vários museus que valem a entrada.

4 – O artesanato do Vale do Jequitinhonha é original e bem bonito. No Memorial Minas Gerais tem várias peças.

Tiradentes

5, 6 e 7 – Esse é a loja mais incrível que fui em toda a viagem. Ela chama Oficina de Ourives Santíssima Trindade fica no Largo das Forras em Tiradentes. Apesar do nove não se fabricam mais objetos de ouro dentro dela. O que tem dentro, então? Lindezas de todas as formas, materiais e tamanhos amontoados em uns 5 ambientes da casa. É difícil decidir o que levar para casa com tanta coisa. Mas vale muito a pena! Os preços assim como os artigos são lindos. Para vocês terem ideia, essas mãos francesas de ferro da primeira foto custavam R$28,00 cada. Fiz umas comprichas que mostro depois ;)

8 – A pia de bacia de ágata e a parede de chita são de uma loja tchubaruba de Doces e molhos caseiros em Tiradentes. Lindo!

Print

9, 10 e 11 – Bordados delicados nas cortinas das janelas deixam qualquer ambiente mais precioso e meigo.

12 – O lustre de madeira estava da Casa dos Contos, um passeio legal de fazer em Ouro Preto.

Print

13 – Placa de uma loja pintada a mão. Vi muitas coisas pintadas a mão por lá. Singelo, simples e fofo.

14,17 e 18 – Uma das coisas que motivaram essa viagem foi Inhotim. Estava louca para conhecer o Instituto de artes ao ar livre. O Lustre de “refris” estava em uma das lanchonetes. Adorei a combinação de cores na obra da foto 17 (a copiar em breve) e os vasinhos em formato de letra de Marila Dardot ganharam meu coração.

15 – Uma parede descascada e com pintura velha pode funcionar, como prova o restaurante delícia O Passo em Ouro Preto

16 – O Espaço do Conhecimento em Belo Horizonte mostra como o nosso planeta surgiu e vem evoluindo… Me apaixonei pela parte em que contam as várias teorias do surgimento do homem toda feita em papel! Maravilhoso!

Deu ou não deu pra inspirar algumas ideias legais?!