Como os óleos essenciais me ajudam em casa e na vida

Eu tenho um supernariz. Não tô falando de tamanho. Tô falando de olfato mesmo. Consigo reconhecer cheiros de todos os tipos, sou bem sensível a aromas muito fortes e minha memória olfativa se duvidar é mais forte que a imagética. Sendo assim, cheiros têm um papel importante no meu dia a dia.

Tive meu primeiro contato com óleos essenciais em um curso de meditação que fiz em 2001. Lá aprendi a esfregar óleo essencial de alecrim nas mãos, fazer uma concha com as duas palmas das mãos na frente do nariz e inalar. Dessa forma, o óleo de alecrim me ajuda a colocar a cabeça no lugar e ter mais clareza em momentos difíceis. Desde então gosto sempre de ter um vidrinho por perto. Não uso sempre mas é bom saber que ele está por ali para quando eu precisar.

oleos_essenciais

Recentemente comprei um vidrinho de óleo essencial de lavanda e semanalmente pingo uma gotinha no travesseiro. Faz maravilhas com o sono.

Outros óleo que eu uso de tempos em tempos é o de eucalipto globulos. Coloco algumas gotas dele nos cantinhos do box quando estou gripada. O vapor do banho quente ajuda a fazer o aroma do óleo essencial subir e alivia muito o nariz congestionado.

Ainda uso o óleo de Melaleuca (ou Tea Tree, é a mesma coisa). Eu coloco umas gotinhas no shampoo quando algumas caspinhas teimam em aparecer no couro cabeludo.

oleo_essencial_lavanda

É possível usar óleos essencias para aromatizar o lar também. Existe a forma mais tradicional por meio de difusores vendidos em casas especializadas. Mas tem também aquela dica superantiga que dei aqui há 6 anos de pingar umas gotinhas dos óleos essenciais da sua preferência no rolo do papel higiênico para perfumar o banheiro. Outro truque legal é pingar umas gotinhas nas velas antes de acende-las. O cheiro ficará mais forte quando o pavio queimar.

Uma coisa importante de prestar atenção na hora de comprar os seus óleos essenciais é não comprar óleos sintéticos. Eles só imitam o cheiro (nem sempre de uma maneira fiel) e não trazem as propriedades. Tem que ser os óleos reais, extraídos das plantas mesmo.

Tem alguma outra dica de uso com óleos essenciais? Me conta!

Como realizar sonhos? Planejando para realizar as metas de ano novo

Eu acho que no meu leito de morte eu vou entender as lições que 2017 me trouxeram. Porque agora a única coisa que consigo pensar é que ele foi um ano meio perdido. Foi um ano superdifícil, de pouca evolução. Estagnada comecei em janeiro e estagnada terminei em dezembro.

Não posso deixar a vida passar assim e em 2018 estou fazendo tudo ao meu alcance para ter um ano diferente. A começar pelo planejamento. Em 2018 a coisa está profissional, gente! A mudança começou com a definição de metas no ano novo. Esse ano fiz um estudo para descobrir quais metas precisava ter e o qual o caminho pra realizá-las. Tem funcionado bem! Agora em fevereiro, depois das férias de verão, quando meu ano enfim está começando pra valer vou dar gás nas realizações. E você? Vem comigo?

Recursos
Ainda não abro mão de papel e lápis para os meus planejamentos. Esse ano além da agenda, tenho um planner para os meus conteúdos e um planner para as minhas metas. É sobre o método dele que quero falar hoje.


Planejamento anual de metas para 2018

Desde 2016 acompanho a forma que a Ana Paula Passareli, a Passa, se organiza com as metas de final de ano dela. Este ano ela fez um sistema tão completão e tão interessante que aderi pra vida. Já posso adiantar que pelo menos neste mês de janeiro tem funcionado bem! No canal dela no Youtube dela tem um vídeo explicando tudo mas vou tentar resumir aqui embaixo também:

Passo 1: Roda da Vida

A roda da vida é uma ferramenta que a gente faz em processo de coaching profissional. Eu fiz algo parecido quando fiz coaching e é muito importante para ter conhecimento de como está a sua vida de uma maneira global. A ideia no planejamento é dar uma nota de 0 a 10 para como está cada um desses aspectos da sua vida no início de 2018. Na Roda da Vida ao lado, você deve imaginar realisticamente como pode deixá-la no final de 2018. Eu digo realisticamente porque, por exemplo, não adianta achar que a sua saúde nota 3 vai virar nota 10 em 12 meses. Tratando alguma doença ou mudando todos os hábitos provavelmente ela vira um 7 ou um 8 no período de um ano.
rodadavida_imagem-01
(clique na imagem para aumentá-la)


Passo 2: Definindo Metas

Com o diagnóstico da Roda da Vida nas mãos, veja quais aspectos estão precisando de mais cuidados na sua vida e pense em no máximo 5 metas para ele. (Se você tiver muitos aspectos da Roda da Vida para melhorar, tente em pensar em no máximo 3 metas para não ficar sobrecarregada).

Passo 3: Planejando Metas
Para casa aspecto da Roda da Vida preencha uma ficha de planejamento. Em cada linha vai uma meta. Você deve responder para cada meta as seguintes perguntas: Por que fazer?; O que será feito; Como será feito; Onde; Quando; Quem ira ajudar; Recursos necessários; O que pode te sabotar?; Como mitigar os sabotadores?.

planejamento metas(clique na imagem para aumentá-la)

Criei metas e planejamentos imaginários para você entender como funciona. Para cada aspecto da Roda da Vida você terá uma folha dessa. Para cada meta, uma linha de planejamento. Defina também uma cor para cada meta.

Passo 4: Cronograma
Para não perder os prazos de vista, tem também um cronograma onde você marca os meses em que cada meta irá acontecer com a cor da meta. Preencha uma linha para cada aspecto da Roda da Vida. Cada mês pode ter uma ou mais metas (até mesmo todas).

 
cronograma metas final de ano

(clique na imagem para aumentá-la)

Eu imprimi tudo e fiz o meu planejamento em um fichário. Olho para ele semanalmente para ver se está tudo no prumo certo. Agora me diga se a chance de as coisas acontecerem assim não aumentam?

A notícia boa é que inclui muita coisa de trabalho no meu planejamento e se tudo caminhar bem, terei novidades por aqui. :)

Se você quiser receber os arquivos do planejamento em branco para preencher o seu, você precisa se inscrever no site da Passa.

Não esquece de me contar se fizer um planejamento assim também!

Miniso – O que tem na nova rede japonesa que abriu no Brasil?

Se você é de São Paulo ou acompanha as redes sociais de algumas blogueiras sabe que recentemente abriu por aqui as lojas da Miniso, uma rede japonesa que vende produtos para o dia a dia. A inauguração da rede de lojas no Brasil há alguns meses causou um rebuliço com direito a presença de atores globais e filas enorme.

miniso

Mas o que essa rede que possui mais de mil lojas espalhadas pelo mundo tem de tão especial? Basicamente produtos bonitos por um preço baixo. Já visitei a loja do Shopping Ibirapuera e a do Shopping Center 3 e o que mais me chamou atenção foi a qualidade dos produtos, o design legal e o preço amigo (os preços dos produtos da Miniso variam de R$4,90 a R$200).

IMG_20171022_141157921

IMG_20171022_141349029

IMG_20171022_141406966

Para casa você vai encontrar toalhas, organizadores ótimos, relógios de mesa, forminhas, varais, algumas coisas para festa e não muito mais que isso por enquanto (acredito que o estoque está meio defasado porque tudo está acabando muito rápido!).

IMG_20171022_141343670

IMG_20171022_141324759

IMG_20171022_141134647

IMG_20171022_141207399

Outros produtos que achei muito interessante por lá também:

Meias de qualidade por R$9,90
Curvex por R$9,90
Mochilas por R$49,90
Carteiras por R$19,90
Cadernos por R$9,90
Guarda-chuvas bem compacto e com proteção UV por R$34,90 (comprei um!)
Doleira para viagem por R$ 14,90 (daquelas bem boas que em lojas de malas custam supercaro)
Conjunto de bolsas para organizar mala por R$29,90

Qual a maior diferença entre a Miniso e a já amada rede de lojas Daiso Japan? A Daiso tem os preços um pouco mais baixos e mais produtos menores e mais simples como artigos para cozinha e papelaria. A Daiso tem também mais quinquilharias. Já a Miniso tem uma cartela menores de produtos. Eu ainda prefiro a Daiso mas acho que a Miniso tem potencial para ser uma forte concorrente no meu coração! :)

Foi na Miniso e comprou algo legal? Compartilha com a gente!

Crédito: Foto 1