Como ter ideias? (Ou o que faço para oxigenar as minhas)

Não sei se está acontecendo com vocês, mas a cada dia que passa estou vendo as mesmas fotos e notícias nos blogs e sites de estilo de vida que acompanho. E aqui eu assumo o mea-culpa! Por exemplo, esse apartamento que postei em junho. Tenho certeza que se você segue alguns sites ou blogs de decoração, você viu em pelo menos mais uns 5 lugares!

Eu, que sempre defendi que conteúdo legal a gente adquire na vida offline, de repente me vi replicando “notícias bacanas” com mais frequência do que gostaria. Repassar coisas incríveis que encontramos não é ruim. Mas para a criatividade fluir é preciso buscar inspiração em outros cantos também, além dos sites e das mídias sociais.

Quando as ideias secam por aqui, eu costumo ir ao centro da cidade ou à alguma exposição. No centro, os diferentes materiais, texturas e misturas sempre fazem pipocar alguns projetos. Nas exposições, além das obras em si, a forma como é pensada a montagem também traz insights.

vinil adesivo Quantas ideias podem surgir desta diversidade incrível de vinil adesivo que tem no centro da cidade?

carimbos Algumas exposições como essa do MIS trazem inspirações literais para projetos!

E quando a questão é encontrar alguma solução decorativa, também gosto de passear nas grandes lojas de móveis e artigos de decoração. Não para comprar os objetos em si, mas para ver as soluções dadas por eles em espaços ambientados, no design de utilitários e pensar em forma de fazer hacks daquelas soluções.

E por aí? O que você faz para oxigenar as ideias?

Qual é a melhor época para comprar flores, frutas, vegetais e peixes?

Saber a temporada de plantio e pesca desses itens é o caminho para descobrir a melhor época para comprar. No site da Ceagesp, Companhia de Entrepostos e Armazéns de São Paulo, tem uma tabela perfeita para descobrir qual o melhor mês para comprar aquela fruta, vegetal, flor ou peixe que você tanto gosta!

Captura de Tela 2017-01-17 às 22.48.16

Captura de Tela 2017-01-17 às 22.48.28

Captura de Tela 2017-01-17 às 22.48.42

Captura de Tela 2017-01-17 às 22.48.56

Para acessar a lista completa, incluindo frutas e pescados, clique aqui.

Comprar os produtos na época, além de ser muito mais barato é mais saudável também, já que as frutas, vegetais e legumes são colhidos no momento certo.

Agora ficou bem fácil saber qual a melhor época para comprar cada produto no hortifruti! Essa é pra imprimir, colar na porta da geladeira e se guiar na hora de fazer o cardápio da semana! :)

Como fazer um kit de higiene para o seu bebê gastando pouco

Dora deixa de usar fraldas já já e eu me dei conta que nunca mostrei como fiz o kit de higiene dela. Sei que tem um monte de mãe por aqui que tá quebrando a cabeça para achar uma solução para esse item do enxoval.

Eu mesmo sofri um bocado na hora de montar o da minha pequena. Tudo o que eu achava era meio cafona. A maioria tinha temas como ursinhos ou coroas (!). Quando não tinha nada estampado, eram aqueles kits revestidos de palhas sintética bem caros e pouco originais. Na época encontrei em algumas lojas mais descoladas aqui de São Paulo, kits mais coloridos e modernos. Porém esses eram ainda mais caros que os tradicionais.

O fato é que um kit de higiene é realmente importante. Principalmente se você não abrir mão de limpar o bumbum do bebê om água morninha e algodão. Sabendo disso, e sem muito dinheiro pra gastar, decidi criar o meu próprio kit descolado.

IMG_2

O meu espaço na cômoda/trocador era pequeno. Por isso, esqueci as bandejas oponentes dos kits tradicionais e escolhi uma bem pequena de melamina. Essa estampada e bem colorida foi comprada na Daiso e custou menos de 7 reais na época.

IMG_3

Para a água morna, usei uma garrafa térmica estampada velha que eu já tinha em casa. Comprei essa na Casa & Idea do Chile mas já vi várias parecidas em lojas de artigos importados aqui em São Paulo por cerca de 40 reais.

IMG_5

Para colocar algodão e cotonete, comprei duas bombonieres pequenas de vidro reciclado na Tok Stok. Não lembro o preço mas sei que custaram barato.

IMG_6

E por último, usei um ramequim básico de cerâmica branca para colocar a água na hora de limpar o neném. Esse ramequim também foi comprado na Tok Stok e se eu não me engano custou menos de 15 reais.

1hsesn

Dessa forma, fiz um kit de higiene para Dora bem colorido, original, e o que é melhor: gastando bem pouquinho!